+351 965 162 497 [email protected]

RockFloss – Mais do que apenas uma ferramenta de mobilidade.

RockFloss – Mais do que apenas uma ferramenta de mobilidade.

A compressão como parte do tratamento tem sido usada regularmente há milhares de anos, mas o RockFloss só está mais presente nestes últimos anos. Atualmente, todos os atletas nas varias vertentes desportivas usam elásticos de látex para aquecer e melhorar a amplitude de movimento antes do treino e durante as sessões de reabilitação, sob a supervisão de profissionais de saúde.

 

O conceito parece bastante simples; Coloque a faixa ao redor da articulação ou membro, com pressão moderada e firme, e depois adicione movimento. Não há nada de errado com isso, mas gostamos de usar metáforas para tornar as coisas mais visíveis. Imagine que temos um Ferrari e só usamos a primeira mudança, é uma perda total de potencial.

 

O mesmo acontece quando usamos uma RockFloss de uma maneira simples.

 

O que mais podemos fazer com o RockFloss?

 

Neste artigo vamos tentar dar algumas ideias para aumentar o uso das Rockfloss, não só para atletas, mas também para profissionais de saúde.

 

A maioria de nós já lidou com lesões no passado, elas produzem mudanças mecânicas nos tecidos, mas também modificam nossa perceção e nos levam a ter medo e evitar certos movimentos. O resultado pode ser uma perda de desempenho, amplitude de movimento e compensação.

 

É aqui que o RockFloss entra em jogo.

 

Uma aplicação com o RockFloss pode ajudar a criar uma nova consciência da área lesionada, como uma mão gigante que leva o nosso cérebro àquela área específica.

 

“Olá, olá cérebro: concentra-te nessa parte.”

 

O que está por trás disso tudo? A resposta está na pele. Quando estamos feridos, o sistema nervoso está irritado e sua perceção é turva. Uma opção é encontrar novas maneiras de retornar o nosso sistema nervoso ao caminho certo. A pele está cheia de mecanorreceptores que fornecem muitas informações ao nosso cérebro sobre a posição do corpo no espaço, sobre quanta tensão temos para criar e se nos sentimos seguros com o movimento.

 

Nós vamos fazer um pequeno teste. Colocamos a mão esquerda no ombro direito e seguramos o deltoide com um pouco de pressão. Agora tentamos sentir qual ombro está mais presente no nosso cérebro.

 

Vamos adivinhar, a mão no topo?

 

Podemos ser mais precisos com nossa técnica RockFloss.

 

Em vez de adicionar a mesma compressão circular em torno de uma parte do corpo, devemos aumentar a pressão apenas na área lesada. Isso dará ao nosso sistema nervoso o ponto exato para interagir com ele e facilitar a execução do movimento correto novamente.

 

Agora vamos adicionar exercícios. Nós ouvimos bem. Tentamos fazer movimentos complexos com esta aplicação de RockFloss na amplitude de movimento que podemos.

 

Veremos que o movimento é entendido com mais precisão e certeza.

 

Este é apenas um dos muitos benefícios do RockFloss. Se quiser saber mais, visite nosso canal no Youtube ou inscreva-se em uma das nossas formações.

 

Experimente e Keep Rocking.

 

Artigo escrito por Oliver Derigs. Fisioterapeuta RockTape Master Instructor.

Show Buttons
Hide Buttons
error

Gostou deste Blog? Pode partilhar!